Os X-Men já enfrentaram e derrotaram dezenas de vilões que desejavam exterminar os mutantes, desde os gigantes Sentinelas até humanos que os odeiam. Mas e quando o inimigo é uma mistura dessas duas coisas?

Essa é a ideia do vilão Bastion, um ser que confunde a linha entre homem e máquina, adotando uma abordagem mais destrutiva em sua agenda de extinção dos mutantes.

A Origem de Bastion

Bastion foi criado pelo escritor Scott Lobdell e pelo artista Pasqual Ferry, fazendo sua estreia nos quadrinhos em 1996 na edição #52 de X-Men

Leia também:  'Planeta dos Macacos: O Reinado' Conquista território nas bilheterias do Brasil e do mundo

Ele é o líder da Operação: Tolerância Zero, um programa governamental secreto projetado para neutralizar a ameaça dos mutantes. No entanto, sua verdadeira identidade é muito mais complexa do que aparenta.

A Verdade Sobre Bastion

Inicialmente, Bastion acreditava ser um agente do governo chamado Sebastion Gilberti. No entanto, ele descobre que é uma fusão de um Molde-Mestre e do futurista Sentinela Nimrod.

Essa combinação o torna algo totalmente novo após passar pelo portal místico conhecido como Cerco Perigoso.

Operação: Tolerância Zero

Nessa trama, com o Professor Xavier cativo do governo após o Massacre, Bastion ganha acesso aos Protocolos Xavier, fornecendo informações inestimáveis sobre as fraquezas dos X-Men.

zumbi sentinela Bolivar Trask A Geleia
Disney / Marvel

Usando esse conhecimento e uma nova nanotecnologia, ele transforma humanos comuns em uma espécie de zumbis sentinelas, algo que já vimos X-Men 97.

Os Poderes de Bastion

Seus poderes incluem:

  • Força incrível
  • Projeção de energia
  • Voo
  • Capacidade de controlar outros Sentinelas
Leia também:  Curso online e gratuito discute a trajetória do cinema de ficção científica

Leia mais dos nossos artigos sobre X-Men 97.

Categorized in: