Na mais recente edição do Globo Repórter, que revisitou os momentos marcantes de 2023 em sua Retrospectiva, um incidente chamou a atenção dos telespectadores e fãs da saga Harry Potter.

Ao recordar a perda do renomado ator Michael Gambon, intérprete do memorável personagem Dumbledore nos filmes finais da série, a produção do programa cometeu um equívoco ao exibir imagens do falecido Richard Harris, o primeiro a dar vida ao bruxo.

A confusão gerou surpresa e desapontamento entre os espectadores, resultando em uma onda de comentários nas redes sociais. Até o momento, a produção do Globo Repórter não emitiu uma declaração oficial sobre o incidente.

Leia também:  Traição na Alta Sociedade: Descubra os Segredos de FEUD: Capote vs. The Swans

As representações de Gambon e Harris como Dumbledore apresentaram nuances distintas. Enquanto Harris trouxe uma abordagem mais serena e sábia ao personagem, Gambon o retratou com uma energia mais vibrante e debochada, inclusive sendo questionado por alguns fãs do material original

Michael Gambon: Poder controverso

Michael Gambon nos deixou em 28 de setembro de 2023, devido a complicações relacionadas a um ataque de pneumonia.

Leia também:  Planeta dos Macacos: Entenda as cronologias completas e a sequência dos filmes

O ator assumiu o papel de Alvo Dumbledore na saga Harry Potter a partir do terceiro filme, “Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban” (2004), até o desfecho da série.

Nascido em Dublin, Irlanda, em 1940, Gambon não apenas deixou sua marca na franquia mágica, mas também brilhou em obras aclamadas, como no impactante “O Cozinheiro, o Ladrão, Sua Mulher e o Amante” (1989), dirigido por Peter Greenaway.

Gambon-Harris-Dumbledore-A-geleia
Gambon à esquerda e Harris na direita (Warner)

Richard Harris: Um Ícone Cinematográfico

Richard Harris, o Dumbledore original, nos deixou em 2002 devido a complicações relacionadas ao câncer de pulmão.

Leia também:  Love Lies Bleeding: Porque assistir ao filme com Kristen Stewart e Katy O’Brian | Crítica

Além de sua interpretação nos dois primeiros filmes de Harry Potter, “A Pedra Filosofal” (2001) e “A Câmara Secreta” (2002), Harris é eternamente lembrado por performances icônicas, como em “O Homem Que Seria Rei” (1975) e “Um Homem Chamado Cavalo” (1970).

À medida que fãs e admiradores lamentam a perda de Michael Gambon e Richard Harris, é crucial preservar a memória de ambos os atores, reconhecendo suas contribuições únicas para a sétima arte.

Categorized in:

Tagged in:

,